Are you the publisher? Claim or contact us about this channel


Embed this content in your HTML

Search

Report adult content:

click to rate:

Account: (login)

More Channels


Channel Catalog


Channel Description:

SlideShare feed for Slideshows by User: Marcusrenato

older | 1 | .... | 4 | 5 | (Page 6)

    0 0


    O objetivo deste documento é recuperar um pouco da história da Área Técnica de Saúde da Criança e Aleitamento Materno do Ministério da Saúde. Para a elaboração deste documento, foram ouvidas pessoas que fizeram parte dessa história, como gestores de políticas públicas voltadas para a infância no Brasil. Também foram consultadas publicações oficiais, artigos e legislação que auxiliaram na tarefa de descrever a evolução da gestão de saúde da criança no País. As dificuldades em encontrar documentação oficial sobre as políticas públicas de atenção à saúde da criança desenvolvidas na primeira metade do século XX fi zeram com que esta pesquisa se restringisse mais detalhadamente à segunda metade do século passado, principalmente a partir da década de 1970, com o relato dos entrevistados. Esperamos que esta publicação sirva de subsídio para refl exão sobre a evolução da gestão de saúde da criança no nível Federal, desde a criação do Departamento Nacional da Criança, na década de 1940 do século XX, até o final da primeira década do século XXI.

    0 0


    ORIENTAÇÕES NUTRICIONAIS NOS PRIMEIROS DOIS ANOS DE VIDA A alimentação, principalmente no 1º ano de vida, é fator determinante na saúde da criança. Por isso, é importante conhecimento correto e atualizado acerca do assunto. As fases iniciais do desenvolvimento humano são influenciadas por fatores nutricionais e metabólicos levando a efeitos de longo prazo na programação metabólica da saúde na vida adulta. ... Parabéns aos autores: Professor Benedito Scaranci Fernandes Professora Elaine Alvarenga de Almeida Carvalho Nutricionista Roseli Gomes de Andrade Maysa Teotônio Josafá Simão (Graduação) Mariana Couy Fonseca (Graduação) Alex Froede Silva (Graduação)

    0 0


    Excelente instrumento para acompanhamento do crescimento e desenvolvimento da adolescente do sexo feminino. Veja o índice de conteúdo: Adolescência Responsabilidade Essa sou eu!!! Falando sobre... ECA Direitos... Dicas de saúde Alimentação saudável Estatura Meu desenvolvimento Comer, falar, beijar, sorrir... Cárie Dentes limpos Odontograma Vacinas Imunização Estou diferente? Espinhas Puberdade Estágios de Tanner - genitália Estágios de Tanner - pelos pubianos Menstruação Ciclo menstrual Importante Sexualidade Conhecer, ficar, namorar... E se acontecer... Dupla proteção Sexo seguro Projeto de vida Informações úteis

    0 0


    Se a criança tem uma linda caderneta para acompanhamento do seu crescimento e desenvolvimento, por que não o adolescente também não ter? Está muito bem feita essa publicação e completa. Coordenação: Thereza de Lamare Franco Netto Equipe técnica: Anelise Salazar Albuquerque (UnB – IP), Cristiane Faiad de Moura (UnB – IP),

    0 0


    A Caderneta de Saúde é um importante instrumento para o profissional e para mães e pais acompanharem o crescimento e o desenvolvimento, do nascimento até os 9 anos. Reúne orientações sobre diversos aspectos da vida da criança e da família como: cuidados nos primeiros dias de vida; direitos dos pais e do bebê; registro civil; apego; aleitamento materno e dificuldades na amamentação; alimentação saudável; promoção do desenvolvimento em diferentes faixas etárias; calendário de vacinação; cuidados com a higiene bucal; prevenção de acidentes e violência doméstica; acompanhamento de crianças com síndrome de Down; suplementação de vitamina A; entre outros. Confira a seguir a versão da caderneta para meninos. Parabéns ao Ministério da Saúde.

    0 0


    Evidências científicas dos 10 passos para o sucesso no aleitamento materno. Autor(es): Organização Mundial da Saúde Fonte: Brasília; Organização Pan-americana da Saúde; 2001. 134 p. tab, graf. Monografia [LILACS ID: 307758 ] Idioma: Português Evidence for the ten steps to successful breastfeeding Authors: World Health Organization Number of pages: 111 Publication date: 1998 Languages: English, French, Spanish ISBN: 9241591544 WHO reference number: WHO/CHD/98.9 English [pdf 921kb] French [pdf 640kb] Spanish [pdf 436kb] Esta revisão resume os estudos relativos a cada um dos Dez Passos para o Sucesso do Aleitamento Materno e pesquisas combinando os vários passos. Tanto quanto possível, os autores incluíram somente estudos experimentais e quasi-experimental. O objetivo do documento foi revisar as evidências para a eficácia dos "Dez Passos" e fornecer uma ferramenta para a defesa da IHAC - Iniciativa Hospital Amigo da Criança e capacitação de profissionais de saúde. PS: Eu tenho uma versão em português doada pelo Centro de Documentação da OPAS/Brasil mas não consegui encontrar esta publicação para download em português. Marcus Renato de Carvalho This review summarizes studies related to each of the Ten Steps to Successful Breastfeeding and studies combining steps. As far as possible the authors included only experimental and quasi-experimental studies. The purpose of the document was to review the evidence for the efficacy of the "Ten Steps" and to provide a tool for advocacy and education.

    0 0


    O Guia Prático de Atualização sobre Aleitamento Materno Continuado versus Desmame produzido pelo Departamento Científico de Aleitamento Materno da SBP - Sociedade Brasileira de Pediatra é um excelente documento para nortear condutas de Pediatras e de todos os profissionais de saúde que se preocupam com a amamentação. Parabéns a equipe do Departamento Científico de Aleitamento da SBP: ELSA REGINA JUSTO GIUGLIANI (presidente) RS GRACIETE OLIVEIRA VIEIRA (secretário) BA ROSSICLEI DE SOUZA PINHEIRO AM ROSA MARIA NEGRI RODRIGUES ALVES ES VILNEIDE MARIA SANTOS BRAGA D. SERVA PE CLAUDETE TEIXEIRA KRAUSE CLOSS PR CARMEN LUCIA LEAL FERREIRA ELIAS RJ ROBERTO MARIO SILVEIRA ISSLER RS

    0 0


    A SOCIEDADE BRASILEIRA DE PEDIATRIA apresenta a atualização sobre inclusão, voltada para que pediatras, famílias, profissionais de saúde e educação desempenhem suas funções com o objetivo da aprendizagem de crianças e adolescentes com deficiência, para que estes construam sua autonomia e desenvolvam seus potenciais nas escolas e nas comunidades com experiências valiosas para todos por meio da cooperação recíproca na aprendizagem e construção da cidadania, conforme a LEI Nº 13.146, de 6 de julho de 2015.1. Parabéns à SBP - excelente publicação!

    0 0


    Relatório apresenta uma análise do estado atual da BFHI - Baby-Friendly Hospital Initiative (No Brasil, IHAC – Iniciativa Hospital Amigo da Criança) em países ao redor do mundo. Com base na 2 ª revisão da política global de nutrição, implementado pela OMS em 2016-2017, o documento apresenta a implementação da iniciativa, 25 anos após o seu lançamento. O relatório descreve a cobertura do programa, o atual processo de designação, razões para rescisão em locais onde o programa foi descontinuado, integração dos dez passos para outras normas e políticas globais, e lições aprendidas. Além disso, o relatório fornece informação qualitativa em alguns dos países que enfrentaram desafios na implementação da BFHI. Excelente publicação – o Brasil é citado várias vezes. Number of pages: 60 Publication date: 2017 Languages: English ISBN: 978 92 4 151238 1

    0 0


    O Eixo Social da Caarj - Caixa de Assistência dos Advogados do Estado do RJ preocupa-se em dar suporte técnico neste momento tão importante da mulher, e por isso disponibiliza, através de sua equipe, benefícios, projetos, cursos e ações voltados para este público. O Curso de Casais Grávidos que já teve 5 edições reunindo mais de uma centena de gestantes e seus companheir@s é um desses exemplos. Essa publicação traz informações sobre os benefícios do Aleitamento Materno e da Alimentação complementar adequada e saudável com dicas práticas de como voltar ao trabalho continuando a amamentar. Responsável técnico da cartilha: Prof. Marcus Renato de Carvalho Docente da Faculdade de Medicina da UFRJ. Especialista em Amamentação pelo IBCLC. Editor do www.aleitamento.com

    0 0


    www.aleitamento.com: O portal para o Universo da Amamentação. Em 31 de julho de 1996 lançamos a primeira versão do nosso site. Nossa missão é promover, proteger e apoiar a amamentação e seu entorno: humanização do parto e nascimento; cuidado paterno, metodologia Mãe-Canguru, Bancos de Leite Humano... Nossos webmasters - Agência FW2 apresentam um relatório técnico com estatísticas tentando medir o tamanho do portal e seu impacto.

    0 0


    “A prematuridade é um fator de risco. Quanto maior o grau de prematuridade, maior o potencial de ocorrer algum atraso ou prejuízo no desenvolvimento funcional. No entanto, há diversos fatores envolvidos no cuidado que a criança recebe para estimular e promover esse desenvolver”, explica a fisioterapeuta Rayla Amaral Lemos. E foi justamente compreender as concepções de cuidadores de prematuros sobre o desenvolvimento infantil e fatores associados o objetivo do estudo de doutorado de Rayla na Escola de Enfermagem (EE) da USP, orientado pela professora Maria de La Ó Ramallo Veríssimo. A partir do resultado de sua pesquisa, a fisioterapeuta percebeu a necessidade de oferecer um material de apoio para os familiares de recém-nascidos prematuros, que orientasse sobre como acompanhar o desenvolvimento das crianças após a saída do hospital. Assim nascia História de Sofia. Um livro que, segundo as autoras Rayla e Maria, fala de afeto, das relações humanas, dos processos responsáveis pelo desenvolvimento de cada pessoa e, também, de esperança, já que “nascer prematuro não é uma sentença ou destino”. O nome “Sofia” vem do próprio significado da palavra (sophia, do grego, sabedoria). Isso porque a publicação não traz apenas orientações, ela também compartilha as experiências de vida das famílias que participaram do doutorado de Rayla. “Na coleta de dados, fiquei pensando o quanto aquelas famílias, dentro da realidade delas, traziam a sabedoria no cuidado da criança. O entendimento era formado pela experiência vivida da prematuridade, elas iam desenvolvendo estratégias de empoderamento que durante a pesquisa compartilhavam e eu sistematizava”, relata. Fonte: USP Parabéns! Lindo e oportuno livro para mães e pais prematuros.

    0 0


    A Alimentação Complementar e o Método BLW (Baby-Led Weaning) é discutido pelo Departamento Científico de Nutrologia da Sociedade Brasileira de Pediatria. Da séria Guia Prático de Atualização está muito bom. Parabéns aos integrantes do Departamento Científico: Presidente: Virgínia Resende Silva Weffort Secretário: Hélcio de Sousa Maranhão Conselho Científico: Carlos Alberto Nogueira-de-Almeida, Jocemara Gurmini, Junaura Rocha Barretto, Mauro Fisberg, Mônica de Araújo Moretzsohn, Rafaela Cristina Ricco, Valmin Ramos da Silva Colaboradores: Elza Daniel de Mello, Priscila Maximino

    0 0


    O cuidado às crianças em desenvolvimento: orientações para as famílias e cuidadores. Os primeiros anos de vida são os mais importantes para o desenvolvimento das habilidades da criança. Os ganhos que ela pode alcançar dependem das dificuldades que apresenta e da rapidez com que recebe os estímulos apropriados. Porém, para algumas delas, as etapas do desenvolvimento são diferentes e é preciso respeitar o tempo e a individualidade. O estímulo dessas habilidades é importante para o seu desenvolvimento. Muitas atividades interessantes podem ser realizadas em casa, pela família ou cuidadores. Podem ser usados objetos do dia a dia, brinquedos simples, até mesmo feito de material reutilizado, por exemplo, bolas, chocalhos, carrinhos, boneca etc. Lembre-se! Você pode contar com os profissionais das Unidades de Saúde do Sistema Único de Saúde (SUS) para fazer o acompanhamento e receber orientações sobre a estimulação da criança. Esta publicação apresenta informações importantes que você precisa conhecer para estimular sua criança e ajudá-la a desenvolver suas habilidades nos primeiros anos de vida. Parabéns ao Ministério pela publicação.

    0 0


    Relatório final de pesquisa: os cuidados masculinos voltados para a saúde sexual, a reprodução e a paternidade a partir da perspectiva relacional de gênero. A presente pesquisa – realizada pelo Instituto Nacional de Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente Fernandes Figueira, da Fundação Oswaldo Cruz (IFF/Fiocruz), com verba do Fundo Nacional de Saúde – teve como escopo os cuidados masculinos voltados para a saúde sexual, a reprodução e a paternidade a partir da perspectiva relacional de gênero e das diretrizes da Política Nacional de Atenção Integral à Saúde do Homem (PNAISH). Trata-se da terceira ação investigativa que vem sendo desenvolvida neste Instituto em parceria com a Coordenação Nacional de Saúde do Homem (CNSH), do Departamento de Ações Programáticas Estratégicas (Dapes), da Secretaria de Atenção à Saúde (SAS), do Ministério da Saúde (MS). A primeira delas consistiu numa avaliação das ações da implantação da PNAISH (Gomes, 2012), enquanto a segunda voltou-se para o fortalecimento e disseminação da PNAISH (Gomes & Albernaz, 2013). Este texto – dentre outros produtos – trata de: pesquisa, diagnóstico, protocolo, princípios, linhas de cuidados e artigos voltados para a promoção dos cuidados masculinos relacionados à saúde sexual e reprodutiva em localidades regionais diferentes. Com esses e outros produtos, o IFF/Fiocruz pode não apenas subsidiar ações especificamente voltadas para a saúde do homem, como também pode contribuir de forma mais geral no desenvolvimento da saúde de homens e mulheres numa perspectiva relacional de gênero. Parabéns aos autores: Gomes, Romeu Albernaz, Lidianne Vianna Campos, Daniel de Souza

    0 0


    Mulheres que estão amamentando e mães deveriam ter direito a prisão domiciliar como apenas algumas das elites conseguem. Orientações para presidiárias sobre Aleitamento A questão da amamentação tem sido grande foco de atenção no cenário mundial de saúde, em especial com os objetivos do milênio, que dialogam diretamente com mortalidade infantil, saúde da gestante e combate à fome. Um ponto, entretanto, a ser considerado é que, para além da amamentação em si, o aleitamento precisa ser discutido de forma aberta e saudável. Podemos nos perguntar qual a diferença entre amamentação e aleitamento. A amamentação é ligada ao ato de amamentar, de a criança mamar diretamente do seio. O aleitamento, por sua vez, diz respeito à alimentação de crianças através do leite, seja de sua mãe, seja de outra pessoa, vindo do seio ou da mamadeira. Quando falamos de aleitamento, englobamos no discurso todas as crianças que, pelos mais diversos motivos, não podem mamar em suas mães. Esta publicação tem como objetivo orientar mulheres que se encontram em privação de liberdade, com seus bebês ou gestantes. Consiste em um apanhado de perguntas e respostas que passam correntemente pela cabeça de qualquer mulher responsável pela alimentação de crianças pequenas, mesmo que a amamentação em si não seja possível. Aqui você terá informações sobre os testes realizados no pré-natal, a importância de uma alimentação saudável, casos em que a amamentação não é possível, orientações sobre alimentação suplementar (que substitui o leite materno), a importância do vínculo entre a mãe e o bebê e sugestões para preservar a sua saúde e de suas crianças. Ministério da Saúde

    0 0


    State of the World’s Fathers: Time for Action Este relatório foi escrito por Brian Heilman (Promundo), Ruti Levtov (Promundo), Nikki van der Gaag (Oxfam GB), Alexa Hassink (Promundo) e Gary Barker (Promundo), com contribuições de Wessel van den Berg (Sonke Gender Justice). Essa publicação fala da importância e da presença paterna nos cuidados cotidianos e como as experiências de ampliação de licenças parentais tiveram impacto na diminuição da desigualdade de gênero em vários países. Enfim, trata-se de: como tornar a igualdade de gênero uma realidade, através de etapas concretas e ações de políticas públicas. Só disponível em inglês. Tradução livre de Marcus Renato de Carvalho

    0 0


    El informe "El Estado de la Paternidad: América Latina y Caribe 2017" recopila y analiza lo que se sabe —y aquello que necesita estudiarse con más profundidad— acerca de la participación de los hombres en ciertos temas que intersectan directamente con la paternidad, como por ejemplo: las tareas de cuidado y crianza de los hijos/as; el desarrollo infantil; la salud sexual y reproductiva; la salud materna, neonatal e infantil; la violencia contra las mujeres y la/os niñas/s y su prevención. Se presentan evidencias que demuestran que involucrar a los padres en el cuidado y la crianza tiene implicancias positivas para sus hijas/os, para las madres (sean o no sus parejas), y para los mismos hombres. Una paternidad involucrada y corresponsable es clave para avanzar hacia la igualdad de género. Sensacional! Parabéns aos autores: Aguayo, Francisco., Levtov, Ruti., Brown, Verónica., Barker, Gary., y Barindelli, Florencia.

older | 1 | .... | 4 | 5 | (Page 6)